A+ A A-
  • Categoria: Ética
  • Escrito por Redação Comunique-se
  • Acessos: 27255

Ex-servidor é condenado por alterar perfis de jornalistas no Wikipédia

Míriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg tiveram seus perfis no Wikipédia, enciclopédia colaborativa, alterados em agosto do ano passado.As mudanças tinham como objetivo criticá-los e foram feitas por meio da rede de internet do Palácio do Planalto, sede do Executivo federal. Nesta semana, o responsável pela ação, o ex-servidor Luiz Alberto Marques Vieira Filho, foi punido.

 

Wikipedia 2165053bDe acordo com informações da jornalista Sonia Racy, no Estadão, foi Vieira Filho quem criou as alterações pejorativas aos perfis de Míriam e Sardenberg. Pela atitude, ele vai cumprir 200 horas de serviço comunitário no meio hospitalar num prazo de 10 meses. Essa punição foi feita em acordo para que ele se livrasse do processo criminal.

Vieira Filho, que trabalhava na chefia da assessoria parlamentar do Ministério do Planejamento, foi exonerado do cargo em setembro do ano passado quando a investigação foi realizada.

Entenda o caso

Em reportagem para O Globo, o jornalista Paulo Celso Pereira revelou as mudanças nos perfis. No caso de Míriam, as datas dos registros foram 10 e 13 de maio de 2014. O responsável pela alteração no texto classificou as análises feitas pela jornalista como "desastrosas" e afirmou que a profissional defendeu o banqueiro Daniel Dantas.

“Míriam Leitão fez a mais corajosa e apaixonada defesa de Daniel Dantas, ex-banqueiro condenado por corrupção entre outros crimes contra o patrimônio público. A forma como Míriam Leitão se envolveu na defesa de Dantas chamou a atenção de Carlos Alberto Sardenberg, seu companheiro na CBN, para quem a jornalista estava diferente naqueles dias. Para Míriam Leitão, apesar do vídeo que flagrava o suborno a um delegado da Polícia Federal, a prisão de Dantas não se justificava, posto que se tratava de coisas do passado”, relatava o texto. Além disso, o conteúdo ganhou parágrafo para falar que a colunista errou na previsão durante a Crise Financeira Internacional.

As mudanças no perfil de Sardenberg aconteceram no mesmo período. O texto, que estava até então na rede, explicava que o profissional de O Globo é forte crítico das políticas econômicas de Lula e Dilma. A pessoa que mudou o conteúdo acrescentou o trecho: “... principalmente em relação aos cortes de juros promovidos nesses governos. É irmão de Rubens Sardenberg, economista-chefe da Febraban, instituição que tem grande interesse na manutenção de juros altos no Brasil, uma medida geralmente defendida também por Carlos Alberto Sardenberg em suas colunas. Já cometeu erros notáveis em suas previsões, como afirmar que ‘(...) a economia mundial segue em marcha de sólido crescimento. Sólido porque não é nenhuma bolha financeira (...)’ um ano antes de estourar a crise mundial de 2008”. Dias depois, o responsável pela mudança resolveu ser mais explícito. "A relação familiar denota um conflito de interesse em sua posição como colunista econômico”.

À época, o Palácio do Planalto tinha dito à equipe do jornal que as alterações foram feitas por meio do endereço de internet sem fio, sendo, assim, "impossível apontar com segurança quem mudou o conteúdo". “O número do protocolo de internet (IP) citado pela reportagem é o endereço geral do servidor da rede sem fio do Palácio do Planalto. Isso significa que qualquer pessoa que utilizou essa rede via internet móvel terá como endereço de saída este número geral de IP. Por isso, não é possível apontar com segurança a identidade de quem alterou os textos citados pela reportagem a partir deste número de IP em maio de 2013”.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar